.

Fala Sério, Professor! — Thalita Rebouças

… É muito bom olhar para trás e me lembrar… Professores mexem na nossa vida, nos nossos conceitos, nos nossos medos, nas nossas inseguranças, nas nossas convicções, nas nossas emoções. E nos incentivam a formar opiniões, nos testam e nos deixam ansiosos, curiosos, muitas vezes revoltados, outras empolgados, interessados…

Para quem se divertiu com Fala sério, mãe! e Tudo por um Namorado, best-sellers de Thalita Rebouças — carioca e jornalista de formação — chegou a hora de ler e dar boas risadas com a protagonista Malu — ela mesma, a Maria de Lourdes, moradora da Tijuca, filha da Ângela Cristina — que está de volta na divertida e conflituosa história Fala Sério, Professor! para contar as lembranças da jovem Malu em seu tempo de escola.

Poucas vezes se teve notícia de uma autora tão disponível e tão entregue a seu público, que, claro, costuma retribuir, na mesma medida e, em suas publicações, Thalita, continua firme na sua missão: provar aos jovens que “ler é bacana”. Ler “Fala Sério, Professor!” é revirar o baú de memórias de Malu como aluna.

O livro é divido pela idade da personagem — dos 3 aos 22 anos — onde cada capítulo é uma idade. As crônicas descrevem os conflitos de Malu com seus professores: do jardim, da academia, do balé, do curso de inglês, de shiatsu, de teatro, dos particulares, dos gatos, dos durões, dos amigos, dos que não riam, do meio doido, dos que não perdoavam cola, dos que amavam ser durões e, é claro, até dos que despertavam paixões…tudo isso de uma forma bem engraçada e jovial.

Neste baú, Malu encontrou ótimas histórias para contar com alegria e bom humor e promete boas gargalhadas e momentos divertidos para todos os que se atreverem a lê-lo… alunos, professores, pais, avós e etc.

E,apesar de nem tudo ter sido um mar de rosas, somada às dificuldades que teve que enfrentar para ingressar na literatura , por ser uma mulher bonita e, como tal, fugia ao estereótipo de escritora, Malu, aos 22 anos, sabe que cada professor teve um papel importante em sua formação e neste baú de memórias relata seu primeiro dia de aula, torna-se amiga da professora, apaixona-se pelo professor, dá o seu primeiro beijo, passeia pela escola, vai para a auto-escola, além de viver muitas outras aventuras com os mais variados professores… enfim, é um livro regado com bom humor e com um vocabulário totalmente juvenil que consegue penetrar no universo escolar — o que para muitos jovens é um ambiente chato — e com leveza na escrita retrata este período para que seja bem aproveitado e futuramente, faça parte das boas lembranças da vida dos leitores.

… Ser bonita ou ser feia é indiferente para um escritor. Não vivemos da imagem, mas da escrita… — Thalita Rebouças

Vale dizer que a autora com sua alegria e bom humor — sua marca registrada — tem um jeito bem especial para escrever sobre temas atuais que costumam prender a atenção, principalmente das meninas e, a cada livro, conquista novos leitores — desde pré-adolescentes até os “já adultinhos”, que certamente se identificarão ou visualizarão seus amigos e/ou professores vivenciando algumas dessas histórias.

Leia e confira!

… Às vezes me pego pensando em como eu gostaria de dar um abraço nos meus professors. Alguns, infelizmente, eu jamais terei a possibilidade sequer de ver de novo… A vida continua… Mas eu queria dar um beijo esmagado na bochecha de muitos… e diria sinceramente, do fundo do coração, o que eu me arrependo amargamente de nunca ter dito:
— Muito obrigada. Por tudo. (trecho do livro)


Fala Sério, Professor!

Autora: Thalita Rebouças
Genero: Infanto-Juvenil
Coleção: Retratos de Malu
Editora: Rocco
Preço: De R$ 15,90 até R$ 27,50